Pouso Alegre 24 horas

Globo Repórter viaja por surpreendentes paisagens no interior de São Paulo

Por P.A 24H em 18/09/2021 às 00:32:39
O programa desta sexta-feira (17) navegou pela imensa área alagada conhecida como Pantaninho e mostrou os cânions paulistas e a recuperação da Serra do Japi. Globo Repórter - Interior de São Paulo - 17/09/2021

O Globo Repórter desta sexta-feira (17) fez uma viagem cheia de surpresas por paisagens pouco conhecidas de São Paulo, o estado mais populoso do Brasil. A terra das oportunidades também é rica em belezas naturais.

Como o Pantaninho Paulista, que abriga um dos rios mais limpos de São Paulo. A mata ciliar decora as margens do Rio Jacaré Pepira, um bordado que a natureza levou anos para terminar. São 70 mil hectares que lembram o Pantanal.

Pantaninho Paulista abriga um dos rios mais limpos de São Paulo

Globo Repórter/ Reprodução

Pedras formam o “gigante adormecido”, que protege um tesouro: as águas do Aquífero Guarani. No cerrado paulista, o aquífero é uma das maiores reservas de água doce do planeta. Há 120 milhões de anos, lavas vulcânicas formaram rochas que comprimiram a areia formando o arenito, solo onde a água da chuva fica armazenada. É como se fosse uma esponja.

Os cânions paulistas

Globo Repórter/ Reprodução

Os cânions paulistas formam cenários monumentais. Região no interior de São Paulo é marcada pelo encontro entre cerrado, a Mata Atlântica e os campos gerais. Paredões gigantescos abrigam um mestre dos ares: o andorinhão. As aves comem, em média, 5 mil insetos por dia e fazem tudo voando.

“Elas namoram voando, se alimentam voando, passam o dia inteiro sem se empoleirar”, explica o pesquisador Luís Fábio Silveira.

Na Serra do Japi, borboletas sinalizam a lenta recuperação da Mata Atlântica. Quase 700 espécies já foram vistas na região.

“A gente percebe que hoje existem espécies que não ocorriam há 15, 20 anos”, diz o professor André Freitas.

A raríssima anta albina

Globo Repórter/ Reprodução

O Globo Repórter mostrou um mistério que a ciência ajudou a desvendar. Na mata do Vale do Ribeira, no sul de São Paulo, armadilhas fotográficas camufladas registraram as andanças da primeira anta albina vista vivendo em liberdade na natureza. O animal foi batizado de Gasparzinho.

Fauna e flora. Quase 22% do estado de São Paulo são cobertos pela Mata Atlântica, onde são encontradas mais de 700 espécies de orquídeas - muitas delas ainda desconhecidas. Mostramos que pesquisadores trabalham para salvar orquídeas ameaçadas de extinção.

Para conhecer

Cuesta de Botucatu

Pantaninho Paulista

Serra do Japi

Cânions paulistas

Legado das Águas

As Três Pedras seriam os pés do "gigante adormecido"

Globo Repórter/ Reprodução

Aquífero Guarani

Globo Repórter/ Reprodução

Serra do Japi

Globo Repórter/ Reprodução

Repórter Daniela Golfieri grava o Globo Repórter no interior de São Paulo

Globo Repórter/ Reprodução

Repórter Daniela Golfieri grava o Globo Repórter no interior de São Paulo

Globo Repórter/ Reprodução

Fonte: G1

Comunicar erro

Comentários